Segunda-feira, 26 de Maio de 2014

Pela Indochina

Tenho andado um pouco ausente do blogue, mas tudo por excelentes motivos. Estive de férias, uma das melhores férias da minha vida. Conheci muitas cidades e diverti-me imenso.

O mais difícil foi regressar, voltar à rotina.

Estivemos em três países muito longínquos. Cambodja, Laos e Tailândia (onde já tinha estado na minha lua-de-mel). Fui, de facto, ao encontro de mais mundo e o Cambodja e o Laos arrebataram-me. Tão diferentes. Tão bonitos. Tão de contrastes. Vim mais rica em todos os sentidos. Pelo que vivi, pelo que conheci, pela gastronomia que tive oportunidade de experimentar. Viajar dá-nos todas essas possibilidades. Fica o registo, de um pouco do que vi. As cidades frenéticas, um pouco da natureza e dos templos que visitei, as pessoas, os mercados e alguns registos gastronómicos.

 

 

Chegamos a Siem Reap com muitas expectativas. Sabíamos que nos esperavam templos antigos e imponentes. A cidade de Angkor  é reconhecida pela UNESCO como patrimônio histórico da humanidade. É praticamente habitada por turistas, principalmente agora na época alta da estação. Existem monumentos tanto hindus quanto budistas, pois durante o império Khmer eles oscilavam entre estas religiões e cada rei construía os monumentos e alterava os seus interiores de acordo com a sua religião.

Aqui visitamos vários templos. O templo que mais gostei, foi o de Angkor Wat, o mais bem preservado templo de Angkor. É o maior monumento religioso individual do mundo. Também saliento o complexo de templos de Bayon. É um dos mais bem decorados, cheios de cabeças enormes de Buda com 4 faces.

 

 

 

Seguimos para o Laos. O Laos oficialmente República Democrática Popular Laos,[é um país asiático, localizado na Indochina e limitado a norte pela China, a leste pelo Vietname, a sul pelo Cambodja, a sul e oeste pela Tailândia e a noroeste por Myanmar. Laos foi sem sombra de dúvida um dos países que eu mais gostei até agora. O povo é muito amigável, sempre a sorrir e cumprimentam todos por onde passam, principalmente as crianças, sempre que eu passava pelas pequenas vilas as crianças vinham a correr e a sorrir.

Parece que o país parou no tempo, a lentidão às vezes é stressante (por mais paradoxal que isso possa parecer) e é um país ainda pouco visitado por turistas, comparado com os seus vizinhos.

No Laos pude visitar pequenas vilas isoladas, tribos e conhecer mais o povo e ver mais de perto a cultura do país sem tanta influência do turismo. As paisagens são lindíssimas, rios, muitas florestas, cascatas e cavernas.

É incrível como é parado este país, tudo é sempre tranquilo. Os nativos não se importam muito com a presença de turistas, como no restante do Sudeste Asiático, porém deixam claro ao chegar que não querem as suas crianças influenciadas pelo "estilo" ocidental! As vilas são muito simples, com apenas três ruas, sem carros, apenas algumas motos e bicicletas, um pequeno templo e alguns restaurantes. Pequenos hotéis com bangalôs e vista para o rio recebem os turistas, criando um ambiente perfeito para relaxar.

Conhecemos Luang Prabang. É a segunda maior cidade do Laos e a mais turística do país, mas bastante tranquila. Ao contrário dos seus países vizinhos, poucas pessoas nos abordam na rua, nos mercados olhamos para onde queremos sem ninguém a pressionar.
Visitamos alguns templos em Luang Prabang, visitamos as cascatas de Kuang Si, andamos de barco no rio Mekong, mas tudo ao estilo do Laos, calmamente :)

 

 

Mas, o Laos emociona. É um país pobre, miserável mas muito religioso. O Laos é um país conhecido pela grande quantidade de monges budistas. Percebemos a numerosa presença deles pelas ruas. Cabelos rapados com uma espécie de sári laranja e com aquele semblante sereno.

De manhã cedo, participamos no ritual matinal entre monges e residentes nas oferendas de esmolas. Este ritual é único no Laos, sendo a única nação que ainda preserva esta tradição.

 

 

Os templos marcam a espiritualidade deste povo. Sao locais serenos, verdadeiramente zen, que transmitem paz. Confesso a incapacidade de compreender muitos dos rituais que presenciei, tão diferentes dos nossos. Mas viajar tambem é isso. Conhecer e respeitar os outros povos e culturas. E perceber que, apesar de todas as diferenças, é universal a busca de uma qualquer protecção divina, o agradecimento pelas graças concedidas ou simplesmente a procura de espaços onde se pode estar em silêncio e meditar. O elogio à simplicidade e humildade é patente nas casas, nos rituais, na aura depurada que se respira nestes ambientes. Foi também um exercício de contemplação e de encontro. No meio do silêncio, descalços e com algumas das paisagens mais belas ao alcance da vista era impossível ficar indiferente e não nos sentirmos renovados e abençoados.

 

 

A comida do Laos é maravilhosa. O arroz é comido a toda a hora, ao pequeno- almoço, às refeições principais, como sobremesa ( arroz pegajoso com manga). A sopa de noodles com carne, foi uma agradável surpresa e os rolinhos fritos de vegetais também. Comemos sempre bem, com variedade e muitos vegetais.

 

 

E depois....e depois chegámos ao paraíso!!! Água azul a fazer confusão aos olhos, água quente que até queimava as pernas (juro!), corais e peixinhos coloridos, barcos sempre muito enfeitados e os sorrisos... sempre os sorrisos. É maravilhoso, não dá para explicar por palavras. Ficámos alojados no resort Outrigger Phi Phi ( o antigo Phi Phi Island Village) que é um brilho para os nossos olhos: casinhas de madeira espalhadas por entre os espaços verdejantes, muito romântico! No hotel são muito simpáticos, e tudo tem uma excelente qualidade!! Recomendo vivamente!!! Aqui foi para relaxar, namorar e aproveitar o que a vida tem de melhor.

 

 

publicado por oceanosemfundo às 15:48

link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Pedro Rosa a 28 de Maio de 2014 às 13:49
Foi sem dúvida uma das nossas viagens mais fantásticas... e sempre contigo, a minha companheira de viagens e de vida...

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Alerta, fim de semana de ...

. Viajar

. New places

. O Verão a chegar

. 9 anos de oceanosemfundo

. Leitaria Lisboa

. The summer is coming slow...

. Bolo de laranja

. Snow days memories

. Pelo Instagram

.Contador de Visitas

.arquivos

.favorito

. O Natal já foi...

. Filmes de Natal

. Natal é....

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds